Poxa, já vai nos deixar? 😥

Me conta, você encontrou o que deseja?
Se não econtrou, conta pra gente o que procura 😃

Cuidados necessários no uso das cores em impressos
08/06/2020

Ideia Gráfica e Brindes | Produtos Gráficos

Cuidados necessários no uso das cores em impressos

Fique por dentro das principais dicas para o seu material impresso


Você sabe como usar bem as cores no projeto gráfico? Não se preocupe, este post vai tirar as suas dúvidas para o seu material impresso saia do jeito que você imaginou. Antes de começar um projeto gráfico é necessário ter total conhecimento dos processos de pré-impressão e o processo gráfico como um todo, para não ter nenhuma dor de cabeça depois. Então, vamos lá falar das cores na criação de um projeto gráfico.

A primeira coisa que todos devem saber em um produto impresso é que ele somente trabalha com as cores em CMYK ou pantone. Um fator importantíssimo é o cuidado com o preto composto. Ou seja, aquela cor que é feita com as outras cores da paleta CMYK, que se diferencia do preto simples pela sua maior força. O preto composto é muito bonito na tela do computador, mas em trabalhos impressos pode ficar muito ruim. Por exemplo, se você estiver trabalhando com o texto de uma revista busque trabalhar apenas com o preto, zerando a escala das outras cores da paleta CMYK.

Isso é necessário porque na impressão offset as cores são encaixadas, e é muito comum que haja uma pequena variação das cores nos impressos. E convenhamos, isso você não quer. Afinal, deixa o trabalho com uma cara muito ruim, dificulta a leitura e deixa sem credibilidade, nos casos de revistas.

Tome muito cuidado com textos brancos em fundos coloridos. Esse exemplo é muito parecido com o anterior, se uma cor for encaixada de maneira correta pode prejudicar a leitura do seu impresso.

CMYK ou Pantone?

Há uma dúvida sobre qual modelo usar na sua impressão? Saiba que, na impressão offset, cada cor do seu trabalho é impressa separadamente, portanto, quanto mais cores você usar, mais caro será o custo do seu trabalho. Ou seja, escolha por aquele sistema de cores que melhor se encaixa na sua necessidade. Por exemplo, se você trabalhar com um projeto que trabalha com a cor laranja, o melhor é trabalhar com pantone. Porém, no processo gráfico, de forma mais recorrente, se trabalha mais o CMYK, pois, o custo de impressão é menor, e o pantone é mais específico de trabalhos que precisam ser fiéis ao logo da marca, sua identidade, por exemplo. Afinal, algumas cores apenas chegam a sua fidelidade com pantone.

É isso, gente, entre em contato com a empresa que está desenvolvendo o seu projeto gráfico para entender as suas condições, custos e com quais específicos eles trabalham. Ter um manual de identidade da marca, com todas as informações é uma boa na hora de iniciar o projeto e ter um resultado que seja o desejado.

(18) 99744-8743